Áudio

Dados Originais

Texto completo

Com o cigarro da vida apertado entre os lábios,
o olhar turvo e frio, um pouco lerdo ao andar,
dobrou a esquina do bairro e, já embreagado de lembranças,
como derramando um veneno, isso foi ouvido para acusá-lo.

Velha rua do meu bairro onde dei o primeiro passo,
Volto para você, o baralho gasto em um inútil embaralhamento
com uma ferida no peito, com meu sonho feito em pedaços,
que quebrou em um abraço que me deu a verdade.

Aprendi tudo de ruim, aprendi tudo de bom,
sei do beijo que se compra, sei do beijo que se dá;
do amigo que é amigo sempre, e de quando lhe convem,
ja sei que com muito dinheiro um vale muito mais.

Aprendi que nesta vida há que chorar se outros choram
e, se a Bamda rir, há que saber-se rir;
não pensando no errado … para que, se você vive de qualquer maneira!
E você também corre o risco de que te batizem como tolo!

As vezes que eu queria ser bom riram na minha cara ;
quando gritei uma injustiça, a força me fizeram calar;
a experiência foi minha amante; desengano, meu amigo …
toda carta tem contra e todo contra é dado!

Hoje não creio nem em mim mesmo. .. Tudo é um grupo, tudo é falso,
e aquele que é superior é igual aos demais …
por isso que você nao deve extranhar, se alguma noite, bêbado,
você me ver passar abraçado com quem não devo passar

[printfriendly]

3 vídeos, 3 expressões diferentes

una producción de:

para Fórmula Tango Podcast

Deja un comentario

es_ESEspañol
Ir arriba

proximamente habilitaremos los registros al encuentro!

contacto A ESCENA

contacto@espacioaescena.com